Alemanha libera a exibição de símbolos nazistas dentro de games   TecMundo
Alemanha libera a exibição de símbolos nazistas dentro de games TecMundo

Para não entrar em conflito com a constituição da Alemanha, a indústria de games sempre removido ou alterado de qualquer tipo de sinal que remetesse ao nazismo, no âmbito de suas produções. Assim, surge como a decisão histórica de alterações divulgada na última quinta-feira (9): pressão German Games Industry Association, o governo local, enfraqueceu a sua interpretação das leis e permitir que tipo de conteúdo irá aparecer em jogos futuros.

Wolfenstein

No entanto, ainda há algumas limitações: a exibição de caracteres será considerado USK, a autoridade de qualificação da Alemanha, que irá avaliar o desempenho do esquema, em cada caso. “Símbolos de organizações não constitucionais, podem ser usados em jogos e, em alguns casos, com a condição de que eles servem a um propósito artístico ou científico, ou descrever acontecimentos históricos”.

Em outras palavras, títulos como Wolfenstein e Call of Duty: segunda guerra mundial poderia ser liberado, usam a Segunda Guerra Mundial, como um roteiro. Ao contrário de qualquer produto, que transmitisse os ideais nazistas e os usou para espalhar mensagens de ódio em relação a determinados grupos dificilmente será lançado peal USK. O princípio utilizado para “adequação social”, que há muito tempo já se refere a filmes produzidos e exibidos em território alemão.

Mídia interativa

“Os computadores e vídeo games, que já foi reconhecido como portador de cultura ao longo de muitos anos, e é uma nova solução de cimentos de forma consistente é o reconhecimento do ponto de vista de uso de marcas, não constitucionais”, disse Felix Falk, diretor German Industry Association. Segundo ele, a natureza interativa do jogo faz com que seu portador, é ideal para promover a discussão e a contemplação de assuntos sensíveis, alcançando no processo de público jovem, que não afeta outros meios.

Wolfenstein

A decisão sobre a proibição de símbolos nazistas jogos data de 1998, quando a Alemanha decidiu que Wolfenstein 3D não podia ver a suástica e outros itens. Na época, a interpretação baseava-se na posição de games não poderia ser considerado como obras de arte ou de cultura e não merecem as mesmas exclusões, alterações no mundo do cinema.

Alemanha lança a exibição de símbolos nazistas em games via Voxel

Cupons de desconto TecMundo:

Deixe uma resposta